Março 30, 2023
Slider

Bancos públicos voltarão a combater crise e endividamento

A presidenta do Sindicato dos Bancários de São Paulo, Osasco e Região, Ivone Silva, publicou nesta terça-feira (1º), o artigo “Fortalecimento dos bancos públicos é fundamental para combater crise e endividamento”, que aborda a importância dessas instituições para a sociedade brasileira após longo período em que o estado democrático de direito tem sido sistematicamente afrontado pelas forças políticas ultraconservadoras.

“Há inúmeros relatos de ataques às instituições democráticas. Foram anos de desmonte trabalhista, previdenciário, precarização do trabalho, desrespeito às mulheres, às religiões de matriz africana, aumento da violência, muitos retrocessos desde o golpe contra a presidenta Dilma, em 2016”, observa em seu texto.

Ivone pontua que “o preço que o Brasil pagou em eleger Bolsonaro foi alto”, e que, no novo momento, “eleger Lula presidente tem uma importância mundial”. No ambiente brasileiro, ela vê nova oportunidade para a classe trabalhadora “de ter um emprego e a valorização do salário mínimo”, como já ocorreu na primeira experiência dos governos populares, de 2003 a 2014, quando a remuneração básica do país “cresceu 76% acima da inflação, ampliando o poder de compra das famílias e contribuindo para melhoria da distribuição de renda”.

A dirigente reafirma a confiança da classe trabalhadora em que, no mandato popular de Lula, “os bancos públicos voltarão a ser protagonistas no desenvolvimento do Brasil” quando voltarão a ser favorecidos o crédito ao “pequeno produtor rural” e às “famílias mais pobres”, “o financiamento das pequenas e médias empresas”, e “programas habitacionais como o Minha Casa, Minha Vida”, entre outros.

Leia aqui o texto completo.

Fonte: Contraf-CUT