Dezembro 01, 2022
Slider

Live debate adoecimento entre bancários

O adoecimento entre os bancários e bancárias, decorrente de assédio moral e pressão dos bancos pelo cumprimento de metas abusivas, será discutido em live promovida pela Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro (Contraf-CUT), nesta quarta-feira (3), às 18 horas.

Participam do debate a presidenta da Contraf-CUT, Juvandia Moreira; o advogado do escritório LBS; Paulo Roberto Alves Silva; e o professor da Faculdade de Educação da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), Roberto Heloani.

Os três convidados têm grande experiência com o tema, cada um por uma perspectiva diferente. Juvandia é uma das coordenadoras do Comando Nacional dos Bancários, que está em plena negociação com os bancos, na Campanha Nacional 2022, em que o fim do assédio moral é um tema de destaque na pauta de reivindicações da categoria.

O advogado Alves Silva atuou, pelo Sindicato dos Bancários de Brasília, como assistente do Ministério Público do Trabalho (MPT), na ação que condenou o Santander por assédio moral e metas abusivas. Heloani, além de ensinar área de Gestão, Saúde e Subjetividade na Unicamp, é professor conveniado junto à Université de Nanterre (Paris X) e atua nos temas ética no trabalho, assédio moral e sexual e saúde no trabalho.

Para o secretário de Saúde do Trabalhador da Contraf-CUT, Mauro Salles, “esta será mais uma oportunidade de debater e denunciar a situação que passa nossa categoria, em que as metas abusivas, a pressão por resultados e o assédio moral têm causado muito sofrimento e adoecimento. Precisamos dar visibilidade à situação e exigir dos bancos medidas concretas e respeito aos bancários”.

O evento terá transmissão ao vivo nos canais da Contraf-CUT do Youtube e do Facebook.

Fonte: Contraf-CUT